Já fez o seu planejamento pessoal?

ferramentas para fazer um planejamento pessoal

Já sentiu alguma vez que sua vida estava “caminhando” em círculos? Parece que você não chegava a lugar nenhum? A maioria de nós já se sentiu assim alguma vez. E é para evitar isso que uma das táticas é fazer um bom planejamento pessoal.

Para conseguir realizar nossos objetivos, é preciso direcionar nosso tempo e energias num foco específico. Sem esse direcionamento será difícil chegar onde você quer. Embora isso nem sempre seja simples, quem se empenha nesse desafio colhe frutos a curto, médio e longo prazos. Mas porque e como fazer um planejamento pessoal? Descubra isso e muito mais nos próximos parágrafos.

Por que fazer um planejamento pessoal?

Quando apenas deixamos que as coisas aconteçam sem planejamento, corremos o risco sermos levados por caminhos ruins, que podem até mesmo nos prejudicar. Logo, o planejamento pessoal traça rotas que trarão benefícios diretos para aqueles que decidem assumir a direção de suas vidas.

Podemos dizer que entre os benefícios mais importantes de fazer um planejamento pessoal, não está apenas alcançar seu objetivo, mas sim o que você faz e a pessoa que você se torna para atingir aquilo que pretende.

Elaborar e conduzir um planejamento pessoal não é o mesmo que um planejamento estratégico de uma empresa, que prevê regras, passos e prazos. É muito mais um processo de autoconhecimento e uso de nossas potencialidades individuais. Mas se você nunca pensou em fazer isso, por onde começar?

Como fazer um planejamento pessoal?

Em outras palavras, o planejamento pessoal é uma ferramenta para ajudá-lo a se organizar a fim de conseguir fazer tudo aquilo que você gostaria de fazer além das suas obrigações. A seguir apresentamos algumas dicas do que analisar para conseguir fazer um bom planejamento pessoal:

Seja 100% honesto

Afinal trata-se da sua vida e você não deve enganar a si mesmo. Olhe bem para você, para onde você está agora. Agora pense onde gostaria de chegar e como gostaria de estar. Analisar a distância entre um ponto e outro é um motivador para que seja feito um plano adequado e forte, mas não complicado; disciplinado, mas não engessado.

Esteja disposto a mudar

Como você já deve ter ouvido “não tem como manter os mesmos hábitos e esperar resultados diferentes”. Por isso analise suas forças e fraquezas. O que são ameaças e oportunidades. Isso servirá para direcionar seus esforços de maneira mais acertada. Se um comportamento não funciona ou te traz dor e sofrimento, é hora de mudar.

Escreva tudo

Com certeza pessoas que colocam as ideias no papel tem muito mais chances de alcançá-las. Porque? Por que quando você escreve, sua mente encara aquilo como um compromisso. Além disso, você tem onde recorrer para acompanhar sua evolução, medindo suas conquistas e avanços e pode ver onde precisa fazer ajustes.

Mesmo sabendo que existe a possibilidade de acontecer mudanças repentinas e imprevistos no dia a dia, quando se tem um planejamento pessoal em mãos, a pessoa consegue se adaptar com maior facilidade e contornar os imprevistos para que não haja nenhuma consequência negativa tão grande.

Bom, agora que você já sabe porque é importante fazer um planejamento pessoal e viu algumas dicas de por onde começar, mãos à obra! Quer saber mais sobre o planejamento mensal? Leia nosso artigo e saiba o que é o como fazer.

 

 

Inscreva-se em nossa newsletter

Novidades, promoções e dicas para uma vida mais leve!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *