Tire da cabeça e escreva no papel

listas para tirar da cabeça e escrever no papel

Como disse David Allen em seu livro “A arte de fazer acontecer”: “Sua mente é para ter ideias, não para guardá-las.” Como você já deve ter-se dado conta, nossa mente é ótima para reconhecer, pesquisar e criar ideias, mas não tão boa para lembrar delas.

Para deixar a nossa mente livre para nos concentrarmos na execução das tarefas, precisamos registrar todas elas em algum lugar.

A metodologia GTD, criada pode David Allen, é um sistema de gerenciamento profissional e pessoal, que incentiva você, entre outras coisas, a retirar tudo que ainda precisa ser feito da sua cabeça, e colocar todas essas informações em um lugar confiável, onde nenhuma informação seja perdida (em outras palavras: escrever no papel). Quer saber mais sobre essa metodologia? Fica comigo até o fim que você vai saber tudo o que precisa sobre o assunto.

Porque escrever no papel?

Tarefas incompletas interferem na qualidade do nosso pensamento. Quando registrarmos a ideia ou a pendência, nosso cérebro descansa e pode ser usado para tarefas mais importantes ou que exigem foco.

Dessa maneira, a mente é liberada para a criatividade e para pensar, porque passa a “confiar” no seu sistema, entendendo que, em algum momento, você dará atenção ao que foi registrado.

Sem um local confiável para registrar as ideias, sua cabeça tende a se perder na imensidão de informações que está tentando processar, e não reconhece quais são as reais prioridades a serem feitas.

Sem um sistema confiável, sua cabeça não terá o espaço necessário para avaliar corretamente em quais projetos você está atualmente trabalhando e quais outras possibilidades ou ideias ainda existem para serem aplicadas.

Como colocar em prática?

Agora que você sabe a importância de escrever, como você pode começar a colocar em prática essa metodologia? Veja os cinco passos que podem lhe ajudar a ser mais produtivo, mantendo a clareza ao mesmo tempo em que prioriza a saúde mental.

Capture
Use algo como um bloco de anotações, para registrar tudo o que exige sua atenção. Sejas elas coisas grandes, pequenas, profissionais ou pessoais. Toda sua lista de afazeres — to do — em execução ou que precisam ser feitos devem ser anotados. Tire as ideias da cabeça e ponha no papel.

Processe
Pegue tudo o que você capturou e pergunte: isso é mesmo necessário? Se não, decida se é lixo ou se deve guardar como referência para o futuro. Se sim, decida qual será a próxima ação. Se a tarefa exigir até dois minutos para ser executada, faça-a imediatamente. Caso contrário, delegue se você puder ou coloque em uma lista de afazeres.

Organize
Coloque lembretes nas listas certas, separadas por categorias. Por exemplo: crie listas como ligações para fazer, e-mails para enviar, trabalhos para entregar… e assim por diante.

Reflita
Olhe para as suas listas com frequência para verificar a próxima coisa a ser feita. Faça uma revisão semanal para enxugar essa lista, atualize-a e analise todo o conteúdo para recuperar o controle e o foco.

Empenhe-se
Adote um sistema que permita que você execute as tarefas com clareza e confiança. Hora de agir.

Se você aos poucos conseguir colocar em prática essa metodologia, verá vários benefícios: ganho de tempo, equilíbrio e qualidade de vida, foco no presente, uma mente mais criativa… entre muitos outros.

Aplicar exige disciplina, bom planejamento pessoal, mas as recompensas valem muito a pena. Por isso comece aos poucos, afinal o sucesso do método está em aliar produtividade e bem-estar.

E você? Já conhecia essa metodologia? Tem o hábito de escrever no papel suas metas e atividades? Deixe aqui seu comentário sobre o que você achou…

 

 

Inscreva-se em nossa newsletter

Novidades, promoções e dicas para uma vida mais leve!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *