Commonplace book : o que é e como fazer já o seu

Commonplace book

Já ouviu falar sobre commonplace book? Embora o nome possa ser novo, o conceito por trás desse tipo de caderno que está fazendo muito sucesso hoje não é nada novo. Ficou curiosa e quer saber mais sobre o CPB? Fica comigo até o fim que você vai saber tudo o que precisa sobre o assunto.

O que é commonplace book

Traduzido ao pé da letra, commonplace book tem o significado de livro comum ou livro de lugar-comum. A ideia é ter um único caderno para anotar quase tudo que você desejar: seus aprendizados, ideias, referências… e assim por diante sobre os mais variados assuntos. Mas geralmente ele é diferente de um diário, planner ou bullet jornal pelo fato de que não é usado para relatar assuntos íntimos, fazer planejamentos ou agendamentos de tarefas.

Você já deve ter ouvido falar de pessoas famosas do passado que tinham seu próprio commonplace book. Eles existem desde a antiguidade e tornaram-se comuns principalmente durante a Renascença e no século XIX. Esses livros (cadernos) incluem álbuns de recortes repletos de itens de todo tipo: receitas, citações, cartas, poemas, tabelas de pesos e medidas, provérbios, orações e fórmulas jurídicas.

foto de um commonplace book do século XVII
Foto de um commonplace book do século XVII (fonte: Wikipedia)

Vários estudiosos do renascimento mantiveram algo parecido a um commonplace book. Por exemplo, Leonardo da Vinci (pintor, desenhista, engenheiro, cientista, teórico, escultor e arquiteto italiano, ufa!), que descreveu seu caderno como:

“Uma coleção sem ordem, extraída de muitos papéis, que copiei aqui, na esperança de organizar depois, cada um em seu lugar, de acordo com os assuntos de que tratam.” (Wikipedia)

Como fazer o seu CPB

Para ter seu próprio commonplace book tudo que você precisa é de um caderno de sua preferência (nesse caso parece que os pautados são melhores) e uma caneta (ou várias).

Nesse caderno você vai anotar frases de impacto, textos, desenhos, mapas mentais… colagens ou qualquer coisa que sua imaginação desejar e que te ajude a lembrar das informações que você deseja. É bom colocar datas nas anotações.

E para organizar as ideias? Bom, mais uma vez você pode criar suas próprias regras. Uma sugestão é organizar e agrupar as ideias e assuntos por temas (é o que eu mais gosto). Ou escrever em ordem cronológica e depois criar um índice no início ou no fim do caderno com os números das páginas. Você escolhe o que achar mais fácil para organizar.

Quais as vantagens do commonplace book

Uma das vantagens de ter um commonplace book é que se você for viajar, por exemplo, e desejar continuar seus estudos e anotações, terá que levar um só caderno na viagem. Outra vantagem é que ter a maioria de suas anotações num só lugar facilita recorrer a elas quando for preciso.

É bom guardar seus commonplace books à medida que forem sendo preenchidos. Assim, vez por outra você pode relembrar aprendizados e analisar como sua cabeça funcionava na época que escreveu. Com certeza isso vai dar uma boa reflexão!

E aí, o que achou de aprender um pouco mais sobre o commonplace book? Espero ter te inspirado a começar já o seu. Lembre-se: não existem regras rígidas. Vá testando e adaptando o que for melhor para você. O importante é escrever! Você pode ler mais sobre ele no blog Vida Organizada.

Você já tem um commonplace book? Ou quer começar agora? Deixe aqui seu comentário que eu vou amar saber.

 

Inscreva-se em nossa newsletter

Novidades, promoções e dicas para uma vida mais leve!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *